estudarMaisRapidp

O estudo é fundamental para consolidar aprendizagens, aprofundar os conhecimentos e melhorar os resultados escolares. Nem todos os alunos

conseguem encontrar a forma de estudar mais adequada para si próprios,

acabando muitas vezes desmotivados e com maus resultados escolares.

Muitos alunos têm fracos resultados escolares, não por falta de capacidades, mas sim, por dificuldades de organização e método de estudo.

O importante não é estudar muitas horas mas aproveitar o tempo o melhor possível.

 

Planificação do estudo

Muitas vezes as crianças e os adolescentes têm a ideia que o tempo ”estica” e que, portanto, podem fazer muitas outras coisas antes de irem estudar, verificando no final que não tiveram tempo para fazer todas as tarefas escolares.

Uma forma de evitar estas situações é efetuar uma planificação de atividades incluindo todos os dias da semana. Nesta planificação deverão colocar-se todas as atividades diárias, incluindo as escolares e as extra-escola, como, por exemplo atividades desportivas e de lazer.

 As horas que restam devem ser organizadas e aproveitadas corretamente, segundo objetivos realistas, como por exemplo, dedicar mais tempo às disciplinas em que se tem mais dificuldades.

Local de estudo.

 Um bom local de estudo deve:

  • Ser um local apenas destinado ao estudo;
  • Ter todo o material necessário, para evitar que a criança ou o jovem se levantem e interrompam a sua concentração;
  • Ser iluminado e confortável;
  • Evitar que tenha fatores distratores, como televisão, ou outros barulhos que desviem a atenção.

Atenção em sala de aula ou em qualquer momento de aprendizagem. Todos sabemos, até por experiência própria que a nossa atenção é limitada, não conseguimos prestar atenção por longos períodos de tempo, “desligando” por vezes do que estamos a ouvir. Sabendo isto, podemos utilizar estratégias que nos ajudem a controlar a atenção, quando ouvimos, ou fazemos algo:

Tirar apontamentos é, sem dúvida, uma estratégia que nos pode ajudar muito a concentrar a atenção e a compreender o que estamos a ouvir. Tirar bons apontamentos, não é escrever tudo o que o professor diz ou escreve.

Os apontamentos devem ser breves, somente referirem a ideia principal, com uma explicação sucinta e com as definições que sejam necessárias para a sua compreensão.

 Os bons apontamentos devem focar as ideias mais importantes de determinado tema, desde que este fique compreensível.

Outras estratégias importantes para conseguir estar mais atento em sala de aula, são:

  • Colocar questões sempre que não se compreendeu algo;
  • Acompanhar no livro o que o professor vai dizendo;
  • Ficar junto a um colega que consideremos calmo e sossegado;

Elaborar resumos e/ou esquemas

Resumir é ser capaz de retirar do global, apenas o que é essencial.

O resumo ajudará também o estudante, na altura do teste, a dar respostas

mais sucintas e mais organizadas.

Um resumo bem realizado, deverá ter as seguintes características:

  • Ser breve (referir apenas o essencial)
  • Ser claro (para isso, o aluno, tem que compreender o tema)
  • Ter uma hierarquia (isto é, em 1º lugar devem ser salientadas as ideias mais importantes – para isso usar cores, setas, símbolos, etc.)
  • Ser fiel ao global da matéria (não se devem retirar temas para tornar o resumo mais pequeno)

Uma forma muito eficaz de resumir uma matéria é efetuar um esquema. A

característica principal do esquema é a de permitir reduzir ao máximo o resumo, utilizando palavras chave, símbolos e pequenas frases.

Deve obedecer a três critérios essenciais:

  • Brevidade (deve ter ainda menos texto que o resumo)
  • Organização (o que se pretende é salientar a relação entre as diversas ideias chave e a forma como se relacionam)
  • Simbolismo (para se conseguir obedecer aos dois critérios anteriores é necessário que se utilizem, símbolos, chavetas, desenhos, etc.)

                                                                               Teresa Pisco

                                                                                    SPO

Pin It